Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Educação
Escola Henrique Júlio Berger desenvolve projeto socioemocional com a Educação Infantil

Publicado em 04/11/2021 às 11:10 - Atualizado em 04/11/2021 às 11:10

A Escola Henrique Júlio Berger está desenvolvendo um projeto socioemocional com a Educação Infantil. O intuito é trabalhar o emocional dos estudantes e famílias, através de atividades educacionais.

 

 

A iniciativa faz parte do projeto da Escola de Inteligência, que está sendo desenvolvido através dos livros “Todos Somos Gênios”, em todas as escolas municipais de Caçador.

 

 

“Nós, juntamente com os alunos, famílias e a profissional de apoio, Carla Monteiro, decidimos reativar a horta da escola, como ação do projeto. O objetivo é fazer com que a criança entenda desde pequena a importância de plantar, tendo junto a responsabilidade de cuidar, para que aquela horta se mantenha saudável em todos os aspectos. Além de desenvolver a cultura de que não podemos viver sozinhos, pois precisamos viver em comunidade”, afirma a professora e psicóloga (CRP12/12973), Francielle Marin Menzel.

 

 

Outra ação do projeto é a realização dos encontros mensais com os pais da Educação Infantil da unidade. “Nós recebemos os livros dos Gênios, para trabalharmos com os alunos e pais o socioemocional, porém, ao invés de só entregar este material, decidimos fazer o encontro com eles, para que eles tenham o verdadeiro entendimento, colocando em prática na sua rotina”, enfatiza Francielle.

 

 

“Nesses encontros são abordados temas sobre o que os pais podem fazer para melhorar ou agregar no relacionamento com o seu filho, desenvolvendo principalmente a escuta sincera. Os encontros têm sido muito gratificantes, pois eles estão começando a notar diferenças em suas casas”, complementa Francielle Marin Menzel.

 

 

Cerca de 22 pais estão participando do projeto. "Como pai, estou sempre buscando me aperfeiçoar, para que eu tenha um relacionamento saudável com meu filho em casa. A iniciativa foi muito importante para melhorarmos e aprendermos mais sobre as emoções”, relata um dos pais participante do projeto, Júlio César Correa.

 

 

“No retorno das aulas presenciais, percebemos que os estudante voltaram com o emocional abalado, muitos com transtornos de pânico e ansiedade. Enquanto escola, sentimos a necessidade de trabalhar nesta área, para que eles venham se conhecer, aprendendo a controlar suas emoções, proporcionando uma melhor qualidade de vida a eles”, finaliza a diretora Escola Henrique Júlio Berger, Jussara Fonseca.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar