Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Setembro Amarelo
Prefeitura encerra campanha de conscientização sobre o Setembro Amarelo

Publicado em 05/10/2021 às 13:59 - Atualizado em 05/10/2021 às 13:59

Prefeitura de Caçador encerra a campanha publicitária de conscientização sobre o Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio. A iniciativa teve como objetivo conscientizar a população sobre o tema e as maneiras de efetivar a prevenção, através de diálogos e discussões.

 

 

Dentro das ações do Setembro Amarelo, as equipes dos programas de Saúde Mental de Caçador, juntamente com a direção de Atenção Básica, estiveram realizando capacitações aos profissionais de saúde sobre a “Prevenção ao Suicídio e Intervenção em Saúde Mental”.

 

 

As capacitações foram realizadas em 11 unidades do município. “Este foi um trabalho de grande importância, pois muitas vezes o acolhimento inicial aos pacientes que apresentam pensamentos e comportamentos suicidas, são realizados na Atenção Básica. Com isso, é necessário levarmos informações aos profissionais das unidades, de como se portar diante dessas situações. Desta forma, conseguiremos ajudar mais vidas e evitar tentativas”, afirma a psicóloga, Sabrina Roier Wisniewski.

 

 

Durante as capacitações foram abordados diversos temas relativos ao Setembro Amarelo. “Os profissionais demonstraram interesse e muita insegurança em lidar com esses casos, por isso, trabalhamos principalmente a escuta, o acolhimento sem julgamento, e o acompanhamento no serviço”, enfatiza o psicólogo de urgência e atenção básica, Giuliano Metelski.

 

 

“O principal objetivo desses encontros foi proporcionar aos profissionais de saúde um momento de diálogo, desmistificação e segurança, para ajudar o maior número de pessoas possíveis”, afirma a psicóloga e coordenadora de Saúde Mental de Caçador, Edilaine Casaletti.

 

 

Ainda, a psicóloga Edilaine afirma que este projeto será mantido durante todo o ano. “A nossa intenção é abranger as capacitações a todos os setores da saúde de Caçador, para que assim tenhamos profissionais mais preparados e que possam ajudar as pessoas que precisam ser ouvidas”, finaliza.

 

 

Caso uma pessoa sinta vontade de dialogar, por se sentir sozinho, pode conversar com um voluntário do Centro de Valorização da Vida (CVV), ligando para o 188 ou procurar uma unidade de saúde mais próxima.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar