Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Coronavírus
Agora é Lei: Em Caçador, quem estiver sem máscara, será multado

Publicado em 07/08/2020 às 15:55 - Atualizado em 14/08/2020 às 15:58

Por conta do aumento considerável no número de casos de Covid-19, em Caçador, bem como, da lotação dos leitos de UTI no Maicé, a partir dos próximos dias, começa a valer uma Lei, aprovada pela Câmara, que estabelece multa para as pessoas que estiverem sem máscaras.

 

Funciona assim: quem não usar a máscara nas vias públicas, em espaços públicos e/ou privados, no transporte público coletivo, em veículos de transporte remunerado privado individual de passageiros ou veículos de transporte fretados vai pagar multa de R$ 139,28.

 

Por 10 dias, haverá a orientação por parte das forças de segurança e vigilâncias Sanitária e Epidemiológica para todos os cidadãos que não estiverem de máscara, explicando as novas medidas.

 

O valor arrecadado será revertido ao Fundo Municipal de Saúde e utilizado em medidas sanitárias de enfrentamento ao coronavírus.

 

Risco gravíssimo

 

Caçador e toda a região do Alto Vale do Rio do Peixe saíram da classificação “laranja” e entrou na classificação “vermelha”, o que significa que novas medidas restritivas serão adotadas: o transporte coletivo está suspenso e a permanência de pessoas em praças, parques e locais públicos é proibida. 

 

“As pessoas precisam entender que é preciso usar as máscaras, fazer a higienização, não fazer reuniões em famílias. Não é hora destas reuniões ou festas. Isso é falta de respeito com aqueles que estão se cuidando. Entendam: fomos obrigados a tomar novas medidas por causa de algumas pessoas, que se acham alto imunes e não usam as máscaras ou continuam promovendo reuniões em família”, completou o prefeito Saulo Sperotto.

 

Desde a semana passada, foram intensificadas as fiscalizações em todos os estabelecimentos comerciais e locais onde as pessoas estavam se aglomerando. 

 

“Estamos fazendo todas as orientações e ações possíveis. Quero também ressaltar que a maioria das pessoas está se cuidando, mas por causa de meia dúzia, que saem e desrespeitam as medidas, os casos da doença vêm aumentando e, também, as mortes. E depois não adianta vir culpar o poder público, porque nós estamos fazendo a nossa parte, agora, falta você também, cidadão caçadorense, fazer a sua e colaborar. Todos somos responsáveis”, finalizou Saulo.

 

O pedido é para que as pessoas continuem denunciando a aglomerações em festas, reuniões ou em estabelecimentos comerciais. As denúncias podem ser feitas no 190, da PM, ou no 153, da Guarda Municipal.